Como decorar o apartamento de universitário sem gastar muito

A expectativa dos jovens nesta fase é de ingressar na universidade, começar a carreira profissional e, claro, conhecer gente nova e ter a liberdade – e a responsabilidade – de cuidar da própria vida. Uma parte deste processo começa com a escolha do imóvel na cidade onde o jovem vai estudar pelos próximos quatro anos ou mais.

Dia do Vestibulando: como decorar o apartamento de universitário sem gastar muito – Pense Imóveis ensina como deixar seu novo lar com o seu jeito sem extrapolar o orçamento

Os vestibulandos devem começar a pensar se preferem morar sozinhos ou dividir o apartamento, e quanto têm disponível para gastar com o aluguel. Vale lembrar que a moradia é apenas um dos custos que o futuro universitário terá quando mudar de cidade, por isso a opção de alugar uma casa com amigos pode ser uma alternativa para quem tem o orçamento mais apertado. A vantagem, por outro lado, é ter por perto, em uma cidade nova, alguém que já faz parte da vida e que pode ajudar na fase de adaptação inicial.

Quem pode dispor de um valor um pouco maior, deve considerar a possibilidade de comprar um imóvel. Além de ser um investimento, muitas vezes o custo da prestação chega muito perto do aluguel mensal.

decorar o apartamento de universitário

Os bairros mais procurados, independente de quantas pessoas vão morar no imóvel, costumam ser os do entorno da universidade – uma vez que o estudante não precisa, então, gastar com transporte. Em Porto Alegre, os locais mais procurados são os próximos aos campi da UFRGS e da PUC-RS. Em Pelotas (RS), é a UFPel que atrai mais estudantes para o entorno, assim como acontece com a UFSM em Santa Maria (RS).

Dia do Vestibulando: como decorar o apartamento de universitário sem gastar muito – Pense Imóveis ensina como deixar seu novo lar com o seu jeito sem extrapolar o orçamento

Em Florianópolis, os imóveis mais buscados pelos vestibulandos que pretendem entrar na universidade ficam próximos à UFSC e à UDESC. Em Joinville (SC) a unidade da Federal também chama a atenção dos futuros estudantes. Em Blumenau (SC) e em Itajaí (SC), onde estão Furb e Univali, o movimento de jovens universitários em busca de um apartamento também é grande.

Decorando sem gastar muito
Além de encontrar o local que vai abrigar os estudantes, é preciso mobiliar e decorar os futuros lares dos atuais vestibulandos. A lista de acessórios pode parecer longa, mas cada um tem suas prioridades e particularidades na escolha. Nem por isso, no entanto, o processo de mudança precisa envolver altos custos: com as dicas certas, é possível deixar a casa com o jeito do morador sem gastar muito dinheiro.

Uma das sugestões é procurar a mobília em lojas de móveis usados. Muitas vezes, é possível reformar o que está disponível nos briques por um preço muito menor do que o valor de compra da mesma peça nova. Em outros casos, se pode utilizar uma parte do móvel – como os pés de uma mesa, por exemplo -, e refazer o restante – encomendando um tampo de vidro, no caso da mesa -, também gastando menos do que com um móvel novo. E além de ser mais barato para comprar, essa opção ainda significa a possibilidade de personalizar as peças de acordo com a personalidade do vestibulando.

Outra ideia para deixar a casa com o jeito do morador sem extrapolar nas contas é renovando a pintura dos cômodos. A dica é combinar a cor das paredes com o tom dos móveis que já se possui. Harmonizar as tonalidades também é importante: os arquitetos sugerem deixar as cores chamativas para detalhes, sejam eles em peças específicas como um pufe ou uma almofada, sejam em uma única das paredes de um quarto ou da sala. No Guia de Pintura do Pense Imóveis você encontra mais sugestões.

Dia do Vestibulando: como decorar o apartamento de universitário sem gastar muito – Pense Imóveis ensina como deixar seu novo lar com o seu jeito sem extrapolar o orçamento

Pintura atualiza quarto

Aliás, apostar nos detalhes também pode render alguns trocados gastos a menos. No banheiro, por exemplo, é possível mudar completamente o estilo apenas trocando saboneteira e porta escova de dentes. Amadeirado ou acrílico combinam com diferentes personalidades.

Dia do Vestibulando: como decorar o apartamento de universitário sem gastar muito – Pense Imóveis ensina como deixar seu novo lar com o seu jeito sem extrapolar o orçamento

Na cozinha, simples canecas podem transformar o tom das refeições, além de servir de decoração. Na sala, as almofadas e as luminárias fazem parte da lista de itens que não custam muito e fazem uma grande diferença.

Dia do Vestibulando: como decorar o apartamento de universitário sem gastar muito – Pense Imóveis ensina como deixar seu novo lar com o seu jeito sem extrapolar o orçamento

No quarto, as roupas de cama também funcionam como artefato decorativo, e ainda permitem manter o cômodo atualizado com a estação em curso.

Confira opções de roupas de cama para o inverno, ou feitas de forma sustentável, e tem até com a foto do Luan Santana

Ainda está em dúvida? Dois últimos conselhos: informe-se na internet – em guias como o de Arquitetura e Decoração do Pense Imóveis – e contrate um profissional. Ter a assessoria de alguém com o conhecimento específico no que se precisa não é necessariamente caro, e no fim das contas, pode acabar sendo até mais barato. O arquiteto pode sugerir soluções que muitas vezes nem envolvem comprar ou reformar nada, e se é preciso gastar alguma coisa, o especialista pode auxiliar a combinar bom preço e boa qualidade.

Participe da promoção do Pense Imóveis e concorra a um livro que ensina a transformar a casa sem gastar muito

Pequenos hábitos
Algumas pequenas mudanças nos costumes cotidianos também podem ajudar a reduzir despesas na nova fase da vida. Uma dica é evitar o stand-by dos eletrodomésticos, o que pode levar a uma economia de até R$ 20 reais na conta de luz. Escolher lâmpadas fluorescentes e instalar a descarga de dois fluxos são outras atitudes para diminuir as contas do mês. Fora isso, manter os móveis bem conservados é uma forma de economia: se são seus, evita que tenha de comprá-los ou reformá-los muito cedo; se são do imóvel alugado, evita que tenha de substituí-los ao se mudar para outro lugar.

O que é melhor na hora da mudança: frete ou transportadora?
Como guardar a bicicleta sem ocupar muito espaço
Casa ou apartamento? Os prós e contras de cada tipo de